Osteoporose: Veja Como Ela Ocorre e Como se Prevenir Desde Já!

A osteoporose se manifesta mais na velhice, mas pode ser evitada desde cedo, veja nossas dicas e comece hoje mesmo.

A Osteoporose é uma doença que ataca os ossos, e tem origem metabólica e sistêmica. Os ossos do corpo humano, assim como qualquer outra estrutura, são tecidos vivos, e precisam se renovar para se manter saudável. Isso ocorre com a remodelação de ossos velhos em ossos novos.

A doença provoca a diminuição da absorção de cálcio e minerais pelo corpo, e ocorre quando a capacidade de se regenerar dos ossos é afetada, tanto pelo corpo deixar de conseguir formar material ósseo novo, quanto pela reabsorção de muito material dos ossos antigos pelo organismo. As duas causas podem ocorrer simultaneamente, e os ossos começam a ficar mais finos, porosos e fracos, tendendo a se quebrar mais facilmente.

Os locais mais afetados são a coluna, o pulso e o colo do fêmur, e a doença é considerada o segundo maior problema de saúde mundial, atrás apenas de problemas cardiovasculares.

Sintomas Comuns

Nas mulheres, ela pode ocorrer junto com a chegada da menopausa. Fraturas nos ossos e quedas frequentes são os dois sintomas mais presentes, mas outros também podem ocorrer, como:

  • Deformidades;
  • Dor crônica;
  • Perda de qualidade de vida;
  • Desenvolvimento de outras doenças, como pneumonia;
  • Redução na estatura, ou encolhimento;
  • Mudanças graves na postura;
  • Fraturas nas vértebras, provocando problemas gastrointestinais e respiratórios.

Fraturas de quadril podem levar à imobilização da paciente, que precisam de cuidados à longo prazo.

O diagnóstico é feito geralmente após a primeira queda do paciente, ou fratura, já que os sintomas sozinhos podem ser causados por outras doenças, ou não indicar plenamente Osteoporose. A detecção é feita pelo exame chamado de densitometria óssea, que mede a densidade mineral do osso da coluna lombar ou fêmur.

Fatores de risco

Existem alguns fatores de risco que podem influenciar muito nas chances de se adquirir osteoporose, como casos familiares da doença, uma vida sedentária, fumo ou bebida em excesso, baixa ingestão de cálcio ou vitamina D, medicamentos anticonvulsionantes e para hormônio tireoidiano, além de doenças de base, como artrite reumatoide, diabetes, leucemia e linfomas.

Três em cada quatro pacientes são mulheres, predominantemente na fase pós-menopausa. Isso ocorre já que a menopausa modifica a produção do hormônio estrogênio, que auxilia na porosidade dos ossos.

Prevenção

Hábitos de vida saudáveis são a principal maneira de prevenir a Osteoporose. Praticar atividade física, da infância à vida adulta, se possível, ajuda o organismo a atingir o pico total de massa óssea de um indivíduo, diminuindo as chances da doença. A atividade mais recomendada é a caminhada.

Tomar sol também é uma etapa importante na prevenção, já que os raios solares são carregados em vitamina D, que é fundamental para se manter ossos saudáveis. Os horários mais indicados são no início da manhã e final da tarde, evitando assim riscos de câncer de pele, causado pela exposição prolongada ao sol;

Alimentação

Outra dica é com a alimentação. A ingestão de alimentos ricos em cálcio diariamente, em uma média de mil a 1,3 mil miligramas por dia, ajuda a diminuir as chances da doença. As principais fontes de cálcio nos alimentos provém do leite e derivados, como queijos, iogurte e manteiga.

Conclusão

Bem caras leitoras, esperamos que tenham curtido as dicas e que consigam com sucesso segui-las e ter mais qualidade de vida, evitando o surgimento da osteoporose.

Dúvidas ou sugestões podem deixar nos comentários. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *