Outubro Rosa

Oi meninas. Tudo bem?

Vocês que são suuuuuuuuuuuper antenadas já devem ter percebido que está rolando a campanha do Outubro Rosa, né?

Esta campanha é muito bacana, porque ajuda as mulheres a se conscientizarem sobre a importância da prevenção do câncer de mama, já que este é o principal tipo de câncer que afeta as mulheres após o câncer de pele.

Eu tive a oportunidade de assistir uma palestra da campanha do outubro rosa e saúde da mulher em um cliente e achei muito bacana as informações que passaram e vim trazer estas orientações diretamente à vocês. Chique, não?

Campanha Outubro Rosa

O que é Outubro Rosa?

Outubro Rosa é o nome dado a campanha que conscientiza as mulheres sobre a importância da prevenção do câncer de mama que é um dos principais causadores de mortes das mulheres brasileiras.

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), mais ou menos cinquenta e sete mil mulheres por ano são diagnosticadas com o câncer de mama. O que mais me surpreendi, meninas, é que mais ou menos a cada 24 segundos, no mundo, uma mulher é diagnosticada com este tipo de câncer.

Por isso, no mundo todo, no mês de Outubro esta campanha é feita e a cor rosa simboliza a luta das mulheres pela vida!

Quais os fatores de risco do câncer de mama

Os principais fatores de risco do câncer de mama são:

  • raça branca
  • familiar de primeiro grau que já obteve o diagnóstico de câncer de mama
  • após os 50 anos
  • quem mesntruou antes dos 11 anos de idade
  • quem menstruou após os 55 anos
  • quem nunca engravidou
  • quem engravidou somente após os 30 anos
  • mulheres obesas após a menopausa
  • quem abusam de álcool e cigarro

Como prevenir o câncer de mama?

O que muita gente não sabe, é que os hábitos de saúde que você tem no dia a dia são mais influenciáveis do que questões genéticas. Portanto, não beber, não fumar, praticar atividade física pelo menos 3x durante a semana e boa alimentação, são formas de você prevenir este tipo de câncer.

Estas informações me chamaram muita atenção na palestra que participei esta semana. Conversei com a palestrante e me surpreendi com os fatores de risco e que este tipo de câncer pode dar em homens também. Portanto, vale a pena repassar as informações adiante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *